2º Congresso Florestal no Cerrado »   APRESENTAÇÃO
II CONGRESSO FLORESTAL NO CERRADO
IV SIMPÓSIO DE EUCALIPTOCULTURA EM GOIÁS


Desde seu estágio primitivo, o Homem vive em contato íntimo com as florestas. Delas vêm obtendo muitos recursos essenciais para seu sustento, seja modificando, transformando, adequando ou, simplesmente, apropriando-se de sua diversidade de forma extrativista. Além de alimento, as florestas também fornecem ao Homem abrigo, refúgio e bem-estar, de forma direta. Indiretamente, pode-se dizer que os recursos florestais nos provêm em todas as nossas necessidades, condicionando a continuação da vida.

Devido ao grande benefício dos recursos florestais, o Homem acabou degradando a maior parte de suas áreas florestadas, sendo que muitas ficaram completamente dizimadas. Apesar do Brasil ainda possuir uma vasta área de florestas naturais, é importante reconhecer que há uma pressão muito grande para conservação desses recursos. Essa pressão aumenta ainda mais, principalmente no âmbito internacional, com o contexto de mudanças climáticas e com o reconhecimento da necessidade de práticas sustentáveis. Além disso, o desenvolvimento econômico, atrelado à expansão da agricultura e dos centros urbanos, vem causando forte pressão nos ecossistemas brasileiros.

Assim, as florestas plantadas assumem fundamental importância para suprir, de maneira racional e sustentável, o constante aumento da demanda por produtos madeireiros. O Brasil está na vanguarda em termos de avanços tecnológicos na produção de florestas plantadas, contrapondo com a prática do desmatamento irracional de seus ecossistemas naturais, particularmente o Cerrado.

O bioma Cerrado, em especial o seu solo, tem sido o suporte para a produção de grãos, fibras e derivados animais. Apesar do desenvolvimento econômico gerado, a expansão das fronteiras agrícolas para a região do Cerrado vem causando danos a esse bioma tão importante pela sua riqueza de espécies, muitas endêmicas desse tipo de savana.

O cultivo de florestas comerciais e de recomposição da natureza em áreas do bioma Cerrado é inadiável e deve ser considerado uma ação ostensiva e decisiva, na tentativa de reverter os passivos ambientais e para fornecer produtos florestais madeireiros e não madeireiros de forma sustentável. O fornecimento de matéria-prima sustentável, a partir de florestas plantadas, é fundamental para evitar que a demanda por esses produtos sejam supridos a partir do extrativismo e da exploração da vegetação nativa.

O CONGRESSO FLORESTAL NO CERRADO (CFC) surgiu a partir do Simpósio de Eucaliptocultura em Goiás. Já em sua primeira edição, no ano de 2013, o CFC foi um sucesso. Com palestrantes de renome no cenário técnico-científico florestal, bem como autoridades importantes no cenário das políticas florestais do país, o I CFC atraiu um público de mais de 600 pessoas de todo o Brasil.

Com esse sucesso, o Congresso Florestal no Cerrado consolidou a sua pretensão de ser o grande marco para o desenvolvimento florestal nesta região do País. A programação da segunda edição do evento estará enriquecida com a presença de respeitados e importantes profissionais do setor florestal brasileiro que participarão de palestras específicas, mesas redondas e discussões em grupos com a participação de um seleto público interessado nas questões florestais. Dessa maneira o evento pretende catalisar o desenvolvimento da região de Cerrado a partir da integração e compartilhamento de idéias, experiências e vivências resultantes da prática de produtores rurais, empresários e demais profissionais que atuam nos diferentes segmentos do agronegócio florestal, com o conhecimento técnico científico de professores, pesquisadores, engenheiros florestais, agrônomos, biólogos e acadêmicos dessas áreas do conhecimento. Complementarmente, serão expostos e divulgados trabalhos técnico-científicos na forma de “pôsters”.

O evento será realizado no período de 10 a 12 de junho de 2015, na cidade de Goiânia, a bela e promissora jovem Capital do Estado de Goiás. A cidade é detentora de um dos melhores índices de qualidade de vida do Brasil e oferece inúmeras oportunidades profissionais, culturais e de lazer.

Esta será mais uma grande oportunidade para o Setor Florestal na região do Cerrado, e a Comissão Organizadora se sentirá honrada, pois sua presença e participação serão o grande e desejado diferencial para o êxito do II CONGRESSO FLORESTAL NO CERRADO.

Goiânia, 22 de setembro de 2014.
Comissão Organizadora.

Realização:   UFG   Organização:   Win Eventos


Apoio:   CREA-GO   Sebrae   FAEG   FAPEG


Embrapa Florestas   ABPMEX   AMS   CI Florestas   Acieg   ibá


CAPES